2 de outubro de 2007

OS ANIMAIS DE PODER NAS CARTAS DE TARÔ


Susan Seddon Boulet em SHAMAN - 2007 Calendar
Pomegranate Communications, EUA

Eles estão por toda parte. Nas artes, nas histórias, nas religiões e, sobretudo, dentro de nós mesmos. Como arquétipos, representam as camadas profundas do inconsciente e do instinto. Forças cósmicas, materiais e espirituais. O termo "animal", do latim anima, tem o sentido de fôlego vital, conjunto de energias profundas que nos dão a vida.

O tarô, enquanto sistema vivo de energia derivado do acervo coletivo da humanidade, agrega seres de todos os tempos em suas antigas e eternas imagens. Se o considerarmos uma teia de relações biológicas, sociais e até mesmo espirituais, podemos perceber que nele está inserida até mesmo a interação entre nós e os animais. É um instrumento de socialização, uma verdadeira ferramenta de religação com a Terra por meio de infindáveis associações simbólicas com a biodiversidade, com Gaia.



Quer saber mais?
Então leia o artigo na íntegra em TRIBOS DE GAIA,
na minha coluna de estréia.



Grato aos administradores e leitores.

Abraços,


L.

2 comentários:

Alexey disse...

You rule ;)

Morganny disse...

muito bom!!!!!!
Parabwns vc escreve mto bem
bençaos dos deuses...