28 de janeiro de 2009

O EREMITA, OS BOTÕES E AS HORAS



Era uma vez uma criança que nasceu velha e se apaixonou por uma garota que queria ser dançarina.

Mas o amor entre eles só foi possível quando se encontraram ao meio-dia da vida.




Até que a morte, naturalmente, fez seu papel.
A moral da história é observar as oportunidades e decisões que a vida oferece e a aceitá-las como são, pois as diferenças não importam perto do amor. E a vida só pode ser compreendida olhando-se para trás, assim como só pode ser vivida olhando-se para frente.



O CURIOSO CASO DE BENJAMIN BUTTON

Com Brad Pitt, Cate Blanchett, Tilda Swinton, Julia Ormond e Jason Flemyng. Baseado na obra de Scott Fitzgerald. Dirigido por David Fincher. Distribuído por Warner Bros e Paramount Pictures.

4 comentários:

DJoker. disse...

"pois as diferenças não importam perto do amor"


eu acreditei nisso por toda a minha curta vida,

e agora, penso em fazer dela ainda mais curta.

DJoker. disse...

Quase esqueço,
o eremita ta ao contrario...
o sentido contrario do fluxo.
legal

disse...

Belíssimo trabalho com as cartas e o filme, realmente interessante ;)

Lud disse...

Muito interessante a análise do enredo do filme com o Tarot...
Legal seu blog, voltarei mais vezes! rss